Neurociência e Escrita 

Coleção Cotidiano na Sala de Aula

Elvira Souza Lima

 

Em Neurociência e Escrita discorre sobre o ato de escrever, utilizando como referência o
conhecimento disponibilizado pela neurociência. Este não é um texto técnico sobre o cérebro e seu
desenvolvimento, mas sobre as implicações que os conhecimentos sobre linguagem e funcionamento cerebral têm para o ensino e aprendizagem da escrita na escola.  Uma das contribuições mais importantes da neurociência é a explicitação de que escrever se aprende escrevendo, sendo autor, ou seja, compondo as frases a partir dos acrevos de memória e utilizando as dimensões lingüísticas e as convenções da língua escrita. Escrever implica a leitura, mas somente a leitura não leva à escrita.

Este livro não trata de leitura propriamente dita, porém, considera que todo texto escrito tem um autor e supõe um leitor. Questões mais específicas sobre leitura foram tratadas em Neurociência e Leitura.