"Para definir o currículo é importante considerar como o cérebro aprende os conhecimentos formais, isto é, aqueles que são resultado da evolução cultural da espécie. As pesquisas da neurociência revelam como o cérebro funciona, como ele se organiza para aprender os conhecimentos formais e como ele se modifica a partir da apropriação destes conhecimentos. A neurociência revela que para promover a aprendizagem, o currículo, que norteia a ação do professor e direciona a relação do aluno com o conhecimento, deve incluir as atividades que formam a base para a aquisição dos conhecimentos escolares.

 

Incluo, como componente para refletir sobre neurociência e currículo, a proposta que venho desenvolvendo há vários anos, VIVER A INFÂNCIA, que é, essencialmente, um caminho possível,entre outros, de trazer a neurociência para a sala de aula como uma contribuição para a pedagogia na definição do conceito de currículo e a  elaboração de um currículo centrado no desenvolvimento humano dos alunos e, também, dos professores."

 

- Elvira Souza Lima

Neurociência e Currículo

R$ 30,00Preço